4 de jul de 2012

Morte de Digimons

   Os digimons, assim como todos os seres vivos, também morrem, caso o órgão principal deles seja destruído, este órgão é chamado de Diginúcleo. O Diginúcleo é o órgão que traz a aparência para o digimon, sem ele, os digimons não teriam vida. Caso o Diginúcleo seja destruído, o digimon morre, ele funciona como o nosso cérebro ou coração, caso eles sejam destruídos nós morremos. Em alguns digimons o Diginúcleo fica para fora do corpo, como no caso das 4 bestas sagradas que possuem 12 núcleos que ficam bem visiveis.
   Os digimons podem morrer tanto por destruição de núcleo, quanto por idade/longevidade. Caso um digimon viva muito ou entre em muitas batalhas, seu corpo vai se deteriorando, e seu diginúcleo é afetado, sendo assim, seu tempo de vida diminui.
   Os digimons são capazes de renascer, já que eles nascem um digitama e morrem como digitama. Os digimons podem deixar uma copia de seus dados e recordações pouco antes de morrer, e algum tempo depois ele renasce. Um exemplo é Trailmon, que em digimon frontier estava morrendo por conta da idade, mas deixou parte de seus dados antes de morrer, e logo após renasceu como um pequeno trem, ou seja, atingiu sua longevidade mas ainda renasceu, e claro, muito mais jovem.
   Caso o digimon morra antes de deixar seus dados, ele vai para um distorção no tempo chamada Submundo. Lá ele é julgado por Anubismon, caso Anubismon julgue as informações "boas" o digimon volta para a Cidade do Princípio como um digimon bebê, e as suas informações antigas são perdidas, se for julgado como informações "más" ele é condenado e jamais voltará para o Digimundo.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.